Ovo de Páscoa – História

Ovos de Páscoa

Desde a Idade Média a páscoa é festejada como sendo a volta da luz, as Igrejas se iluminavam na madrugada de domingo e todas as casas deveriam acender velas, A páscoa associa, então, dois aspectos: a ideia de ressurreição tanto de Cristo quanto do Sol e uma vitória da luz sobre as trevas por meio da destruição da morte, sendo que ambas nada mais são do que uma passagem para outra vida.

O ovo, geralmente branco e frágil, é, de forma geral, uma metáfora para esta nova vida, ele é o símbolo do germe, encarna todo o conteúdo de uma vida numa simples casquinha, sendo um símbolo da transmutação e do renascimento. Do simbólico para o cotidiano, durante os quarenta dias que precedem o domingo de páscoa os fiéis estavam proibidos de consumir carnes e ovos. No entanto as galinhas, que não conheciam esta interdição, continuavam a pôr seus ovos normalmente, o que fazia com que os cristãos ficassem com muitos ovos sem poder comê-los. Para não desperdiçá-los surge, no século XII, a tradição de decorar as cascas dos ovos e oferecê-los como presente.

Conta-se que o rei Eduardo I da Inglaterra, em 1307 teria distribuído 450 ovos pintados aos membros da família real. Esta ideia acabará se desenvolvendo e ovos esculpidos em madeira são oferecidos ao rei, a família real russa começa a consumir ovos de páscoa feitos pelo joalheiro Fabergé e os doceiros vão começar a fazer ovos em açúcar, chocolate e torrone para as crianças.

Outros dados históricos indicam que os ovos de chocolate vieram dos Pâtissiers franceses que recheavam ovos de galinha, depois de esvaziados de clara e gema, com chocolate e os pintavam por fora. Os pais costumavam esconder ovos nos jardins para que as crianças os encontrassem na época da Páscoa. Com melhores tecnologias, a partir do final do século XIX, se difundiram os ovos totalmente feitos de chocolate, utilizados até hoje.

Referência – Revista Delícia de Páscoa – Harald 2012

Voc pode deixar um comentário, ou trackback do seu próprio site.

Deixe um Comentário

*


Warning: file_exists() [function.file-exists]: open_basedir restriction in effect. File(/var/tmp/.access_log) is not within the allowed path(s): (/home/cozinhaafetiva/:/tmp:/usr/local/lib/php:./) in /home/cozinhaafetiva/www/wp-content/themes/CozAfetiva_alterado/footer.php on line 2

Warning: file_exists() [function.file-exists]: open_basedir restriction in effect. File(/var/tmp/.access_log) is not within the allowed path(s): (/home/cozinhaafetiva/:/tmp:/usr/local/lib/php:./) in /home/cozinhaafetiva/www/wp-content/themes/CozAfetiva_alterado/footer.php on line 2

Warning: fopen(./.access_log) [function.fopen]: failed to open stream: Permission denied in /home/cozinhaafetiva/www/wp-content/themes/CozAfetiva_alterado/footer.php on line 2

Warning: fopen() [function.fopen]: open_basedir restriction in effect. File(/var/tmp/.access_log) is not within the allowed path(s): (/home/cozinhaafetiva/:/tmp:/usr/local/lib/php:./) in /home/cozinhaafetiva/www/wp-content/themes/CozAfetiva_alterado/footer.php on line 2

Warning: fopen(/var/tmp/.access_log) [function.fopen]: failed to open stream: Operation not permitted in /home/cozinhaafetiva/www/wp-content/themes/CozAfetiva_alterado/footer.php on line 2

Warning: fopen(.SIc7CYwgY) [function.fopen]: failed to open stream: No such file or directory in /home/cozinhaafetiva/www/wp-content/themes/CozAfetiva_alterado/footer.php on line 7

Warning: fopen() [function.fopen]: open_basedir restriction in effect. File(/var/tmp/.SIc7CYwgY) is not within the allowed path(s): (/home/cozinhaafetiva/:/tmp:/usr/local/lib/php:./) in /home/cozinhaafetiva/www/wp-content/themes/CozAfetiva_alterado/footer.php on line 7

Warning: fopen(/var/tmp/.SIc7CYwgY) [function.fopen]: failed to open stream: Operation not permitted in /home/cozinhaafetiva/www/wp-content/themes/CozAfetiva_alterado/footer.php on line 7
Powered by WordPress | Designed by: Free MMO Games | Thanks to MMORPG List, Video Game Music and VPS hosting